skip to main content
Show Results with:

Efeitos do estádio de desenvolvimento da antera e da radiação gama na formação de calos derivados de anteras de tomate

Scientia Agricola, 01 January 1999, Vol.56(4), pp.835-842 [Peer Reviewed Journal]

Full text available

  • Title:
    Efeitos do estádio de desenvolvimento da antera e da radiação gama na formação de calos derivados de anteras de tomate
  • Author: Brasileiro Ana Christina R ; Willadino Lilia ; Guerra Marcelo ; Colaço Waldeciro ; Meunier Isabelle ; Camara Terezinha R
  • Found In: Scientia Agricola, 01 January 1999, Vol.56(4), pp.835-842 [Peer Reviewed Journal]
  • Subjects: Lycopersicon Esculentum ; Cultura de Anteras ; Raios Gama ; Tomate ; Agriculture
  • Language: English
  • Description: Este trabalho foi conduzido visando: (I) determinar a influência do estádio de desenvolvimento de anteras de tomate sobre a formação de calos e (II) analisar o efeito da radiação gama no cultivo in vitro de anteras. No primeiro experimento, anteras de híbridos de tomate IPA 5 x Rotam 4 (F1) foram cultivadas em três meios nutritivos. Apesar da formação de calos ter sido induzida em todos os estádios de desenvolvimento, variando de prófase I à micrósporo mononucleado, a freqüência de calos produzidos decresceu com o avanço do estádio de desenvolvimento e se apresentou de forma semelhante nos meios testados. Anteras contendo meiócitos em estádio de prófase I mostraram maior freqüência de formação de calos. Tanto o comprimento da antera quanto o do botão floral apresentaram correlação significativa com o estádio de desenvolvimento. No segundo experimento, sementes e botões florais dos híbridos IPA 5 x Rotam 4 (F2), IPA 6 x Rotam 4 (F2) e IPA 8 x 217.1 (F2) foram submetidos à radiação gama e suas anteras foram cultivadas em dois meios descritos por Gresshoff & Doy (1972), contendo 2,0 mg L-1 de ANA + 5,0 mg L-1 de cinetina e 2,0 mg L-1 de ANA + 1,0 mg L-1 de cinetina. Não foram constatadas diferenças significativas, no que se refere à formação de calos, para os genótipos e doses estudadas - 200 Gy, para sementes e 20 Gy, para botões florais.
  • Identifier: ISSN: 0103-9016 ; E-ISSN: 1678-992X

Searching Remote Databases, Please Wait